Pedágio sobe até 17,6% no Paraná
11/12/2018 10:25 em Paraná

A Agência Reguladora de Serviços Delegados do Paraná (Agepar) aprovou ontem aumento de 6,66% a 17,6% para as tarifas do pedágio operadas por cinco das seis concessionárias que atuam no Estado. O porcentual é superior aos 4,99% de inflação registrada pelo  Índice de Preços ao Consumidor Ampliado (IPCA). Apenas a Econorte, que opera pedágios na região do Norte Pioneiro, ficou fora do reajuste, por decisão da Justiça Federal. 

De acordo com a decisão da Agepar, a Rodonorte poderá aumentar suas tarifas em 6,66%, a Ecocataratas em 7,66%; Ecovia em 7,91%. Com a decisão, a tarifa para veículos de passeio entre Curitiba e o Litoral, por exemplo, vai subir dos autais R$ 19,40 para R$ 20,90. Não foi definida a data para entrada em vigor dos aumentos. A Caminhos do Paraná terá aumento de 8,4% e a Viapar de 17,6%, com a tarifa saindo de R$ 13,40 para R$ 15,80 no caso de veículos de passeio. 

A Agepar alegou que o valor é maior do que a inflação do período devido ao fato de, “a forma paramétrica, que é utilizada para cálculo do reajuste, ser composta de outros índices, que acabaram elevando o percentual”. Ainda segundo a agência, o índice maior para a Viapar resulta, além do reajuste anual de 7.79%, “de um acréscimo oriundo do degrau tarifário aprovado em janeiro deste ano e não aplicado”. 

 

As concessionárias protocolaram o pedido de reajuste no último dia 27 no Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR). A governadora Cida Borghetti (PP) chegou a recorrer à Justiça Federal para tentar barrar o aumento, apontando que as concessionárias são alvo de investigação do Ministério Público Federal na operação Integração, que apura suspeitas de um esquema de pagamento de propina a agentes públicos em troca de aditivos contratuais e elevação de tarifas. A Justiça, porém, recusou o pedido do governo do Estado. 

 

FONTE: BEM PARANÁ

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
rádio terra fm